INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO

Olá amigos,

Esse blog é um espaço para a divulgação de notícias de uma forma geral envolvendo todo tipo de matéria sobre a comunicação e marketing católico.

Nos propomos a pesquisar tudo o que existe de matérias sobre a comunicação e marketing católico na web e em outras fontes de comunicação, concentrando-as nessa ferramenta que agora estamos disponibilizando, de forma a facilitar a pesquisa e coleta de informações pelas PASCOM de todas as Paróquias espalhadas pelo Brasil afora. Será também um espaço para divulgação de notícias das próprias PASCOM.

Dessa forma, esperamos que seja um meio onde se poderá encontrar, num só lugar, qualquer matéria publicada que envolva a comunicação e marketing dentro da nossa querida Igreja Católica.

Ajude-nos informando sobre suas atividades, eventos, seminários, encontros, retiros etc, que envolvam os meios de comunicação dentro da sua Paróquia, Vicariato ou Diocese.

Vamos à luta, com a graça de Deus e a força do Espírito Santo, pois COMUNICAÇÃO É EVANGELIZAÇÃO !

Por: José Vicente Ucha Campos

Contato:
jvucampos@gmail.com

domingo, 28 de maio de 2017

NO DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES, ALETEIA LANÇA "ePAUL" CHATBOT PARA ENVIAR MENSAGENS INSPIRADORAS


O Papa Francisco nos pede um “estilo comunicador aberto e criativo” de evangelização; eis uma ferramenta que dá aos católicos um novo modo de se conectar

O Dia Mundial das Comunicações é domingo, 28 de maio, e a mensagem do Papa Francisco para a data é inspiradora:

Creio que há necessidade de romper o círculo vicioso da angústia e deter a espiral do medo, resultante do hábito de se fixar a atenção nas «notícias más» (guerras, terrorismo, escândalos e todo o tipo de falimento nas vicissitudes humanas). Não se trata, naturalmente, de promover desinformação onde seja ignorado o drama do sofrimento, nem de cair num otimismo ingénuo que não se deixe tocar pelo escândalo do mal. Antes, pelo contrário, queria que todos procurássemos ultrapassar aquele sentimento de mau-humor e resignação que muitas vezes se apodera de nós, lançando-nos na apatia, gerando medos ou a impressão de não ser possível pôr limites ao mal. Aliás, num sistema comunicador onde vigora a lógica de que uma notícia boa não desperta a atenção, e por conseguinte não é uma notícia, e onde o drama do sofrimento e o mistério do mal facilmente são elevados a espetáculo, podemos ser tentados a anestesiar a consciência ou cair no desespero.

Gostaria, pois, de dar a minha contribuição para a busca dum estilo comunicador aberto e criativo, que não se prontifique a conceder papel de protagonista ao mal, mas procure evidenciar as possíveis soluções, inspirando uma abordagem propositiva e responsável nas pessoas a quem se comunica a notícia. A todos queria convidar a oferecer aos homens e mulheres do nosso tempo relatos permeados pela lógica da «boa notícia».

Para Aleteia, era como se o Santo Padre estivesse falando aos nossos corações, pois esta é precisamente a mentalidade que abraçamos; seu convite para procurar um “estilo comunicador aberto e criativo” fez com que nossa imaginação funcionasse. Pensávamos em São Paulo, em suas epístolas e em como ele poderia usar a mídia digital e a inteligência artificial! De repente, “ePaul” surgiu.
Para a maioria dos católicos, a evangelização é aquele incômodo empurrão para verbalmente compartilhar sua fé com os outros. Mesmo o Espírito estando sempre disposto, nossas palavras podem muitas vezes faltar. Bem, agora há um chatbot para ajudar.

Realizado por Aleteia.org em um esforço para apoiar o Dia Mundial das Comunicações, ePaul é um chatbot projetado para auxiliar a Igreja a responder ao chamado do Papa Francisco para compartilhar com confiança as boas notícias usando histórias de esperança, fé, confiança e amor.

O programa multilíngue foi inspirado por um dos maiores evangelistas, São Paulo, e foi até programado com uma personalidade para prestar homenagem ao valente apóstolo. Respondendo simplesmente a algumas perguntas sobre quem o usuário está tentando alcançar, o ePaul recuperará rapidamente alguns artigos com curadoria do arquivo extensivo de Aleteia que ele acha que irá atender à situação.

Assim, se você tem um ente querido que compartilhou um desejo com você, você pode contar ao ePaul sobre ele ou ela, e ePaul vai buscar nos arquivos da Aleteia e oferecer uma seleção de artigos para você compartilhar com essa pessoa. Se um amigo do Facebook compartilhar notícias ruins, ou expressar um sofrimento pessoal, ePaul irá ajudá-lo a encontrar algo para compartilhar nessa circunstância. Se você deseja se conectar com alguém para incentivá-lo em suas esperanças e aspirações, ou simplesmente para enviar uma mensagem de afeto e proximidade, o ePaul pode ajudá-lo a compartilhar mensagens de encorajamento, consolo e fé. Estaremos frequentemente adicionando e atualizando conteúdo, também.

Vamos ter um pequeno chatbot agora para o Dia Mundial das Comunicações, e depois avançaremos. Se você já pensou em ser parte da Nova Evangelização, mas não sabia como começar, você pode começar aqui, com seu colega de trabalho virtual na área da evangelização, ePaul.

Fonte: Aleteia

sexta-feira, 26 de maio de 2017

DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS 2017 - DOMINGO 28 DE MAIO


Neste domingo (28), Ascensão do Senhor, será celebrado também o Dia Mundial das Comunicações Sociais. Com o tema “Comunicar esperança e confiança no nosso tempo”, o papa Francisco propõe um estilo “aberto e criativo” para comunicar esperança. Na mensagem, divulgada pelo pontífice pela ocasião do 51º Dia Mundial das Comunicações, ele encoraja todos que trabalham na área para a comunicar de modo construtivo, ou seja, rejeitando preconceitos e promovendo uma cultura do encontro. O texto sempre se torna público no dia de São Francisco de Sales, patrono dos escritores e jornalistas, celebrado em 24 de janeiro.

Para celebrar esta data importante para a comunicação, o portal da CNBB entrevistou o jornalista presidente da Signis Brasil, frei João Carlos Romanini sobre o trabalho da Igreja nos meios de comunicação. A associação Signis é órgão reconhecido pela Santa Sé que reúne associais nacionais de meios de comunicação da Igreja em mais de 100 países.

No bate papo, frei Romanini falou da importância dos meios de comunicação da Igreja Católica, em especial no Brasil.

“A igreja também tem que ser uma voz presente na vida da sociedade, por isso, a Igreja no Brasil está configurada com vários veículos de comunicação. Temos várias emissoras de TV, de rádio, muitos impressos, revistas, jornais e uma série de portais. Então, a Igreja tem que ter este espaço, ela tem que se ruma voz ativa, principalmente, neste ano em que celebramos o 51º Dia Mundial das Comunicações com o tema ’Comunicar esperança e confiança no nosso tempo’. Acredito que os veículos de comunicação da igreja têm que ter esse papel, numa sociedade onde os valores estão em objetos e em coisas, nós temos que semear a esperança. Por isso, que a comunicação está configurada desta forma no Brasil, para ser uma voz de esperança na vida da Igreja”, afirmou Romanini.

Qual tipo de transformação esses meios de comunicação católicos proporcionam para as comunidades, especialmente no rádio?

Como a informação é imediata, o rádio tem um papel primordial de aproximar pessoas e levar as pessoas a determinados locais, por exemplo. Na vida da Igreja, o rádio tem esse papel de mostrar que a Igreja está articulada, que tem eventos, muitas atividades e a voz do sacerdote local, da paróquia, das pastorais, elas são uma força viva nas comunidades. E o rádio tem o papel de mostrar essa força da Igreja no local, junto com outras forças, ele é primordial para a transformação e aproximação das pessoas. A rádio local tem esse papel de fazer com que as pessoas das comunidades tenham esperança.

A evangelização através dos meios de comunicação muda a realidade de uma comunidade local?

É muito importante que os veículos façam com que as pessoas discutam determinadas pautas que são relevantes à vida humana. Por exemplo, participação política, organização das comunidades locais, discussão de problemas nacionais. O veículo católico tem que provocar essas discussões para transformar a vida local. O meio de comunicação não é um transformador, mas ele sugere assuntos que a comunidade pode discutir e partir da sua organização ele vai sendo um canal e contribuindo para a mudança da realidade local.

E como esses meios de comunicação estão organizados no Brasil?

Muitas dioceses, congregações, ordens religiosas possuem veículos de comunicação e todos eles, sejam confessionais ou comerciais, seguem as diretrizes da Igreja do Brasil e, principalmente, do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, produzido pela Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Documento 99 da CNBB, que orienta a organização da comunicação da Igreja do Brasil. Atualmente, a Signis Brasil, que é uma associação católica de comunicação, busca discutir e tentar organizar as comunicações na Igreja. Por exemplo, a organização de grupo de emissoras de televisão para que todos tenham um mesmo discurso, uma mesma narrativa dessa informação da Igreja. Além das emissoras de TV, a Signis Brasil em parceria com a Rede Católica de Rádio tem mais de 300 emissoras espalhadas no Brasil. Temos entre 10 e 12 redes regionais de rádios católicas que seguem a orientação de comunicação do documento da CNBB. Temos também uma rede nacional de impressos com 11 veículos entre revistas e jornais organizados em forma de rede que trabalham em pautas conjuntas. Sem falar nas editoras e na produção independente que seguem as mesmas diretrizes na produção da informação. A Signis Brasil também está pensando nesse olhar da produção de conteúdo. Queremos começar a discutir, dialogar com as universidades, com cursos de jornalismo, para que essas faculdades e universidades possam colocar no mercado profissionais que tenham esse olhar ético cristão e que sejam também semeadores de esperança.

Diretório

O Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, produzido pela Comissão Episcopal para a Comunicação da CNBB está disponível no site da Edições CNBB. O Documento 99 da CNBB é composto por 189 páginas, distribuídas em 10 capítulos, contendo critérios de ações evangelizadoras, orientações, referências comunicacionais, além de um pequeno glossário.

Destinado a todos os envolvidos com a comunicação eclesial, o documento tem como objetivo motivar a Igreja a uma reflexão sobre a natureza e a importância da comunicação para a vida da comunidade eclesial, nas relações entre seus membros, nos processos de evangelização e no diálogo com a sociedade. De acordo com informações do Vaticano, só existem dois diretórios de comunicação eclesial no mundo: um na Itália e o do o Brasil.

Fonte: CNBB

quinta-feira, 9 de março de 2017

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

PEREGRINAÇÕES PELOS MAIORES SANTUÁRIOS DO MUNDO SEM SAIR DE CASA - VEJA AQUI COMO FAZER



Quer fazer uma peregrinação ficando comodamente sentado no sofá da sua casa? Hoje, você pode fazer isso graças a algumas oportunidades que santuários famosos oferecem a quem não pode visitá-los fisicamente.

A peregrinação virtual acontece em vários portais da internet, que tentam transmitir ao peregrino a espiritualidade desses lugares. A Aleteia apresenta alguns “pousos” possíveis.

As cidades-santuários na França

Na França, para destacar a relação inseparável entre cultura e espiritualidade nos grandes locais de peregrinação, foi criada a associação das cidades-santuários, cujo portal engloba uma série de locais, desde Alençon (onde nasceu Santa Teresinha do Menino Jesus e viveram seus pais, os Santos Esposos Martin) a Vzelay (cuja basílica romana dedicada a Santa Maria Madalena é também uma etapa do Caminho de Santiago), passando pelo principal santuário da Bretanha, ou seja, Ste-Anne d’Auray, o milenar mosteiro de Monte Sant-Michel; Paray-le Monial (onde aconteceram as aparições do Sagrado Coração a Santa Margarita Maria Alacoque) e, naturalmente, Lourdes, destacando para cada lugar suas especificidades artísticas e religiosas. (www.gazzettadiparma.it, 9 enero).

A rota mariana na Espanha

Semelhante, mas focada na devoção à Virgem, a Rota Mariana traça um itinerário entre França, Andorra e Espanha, que leva desde Lourdes até Meritxell, Torreciudad, El Pilar e Montserrat.

História e fé no Canadá

Do outro lado do Atlântico, no Canadá, o site www.sanctuairesquebec.com mostra o caminho que combina patrimônio histórico e fé, através da catedral de Notre-Dame de Quebec, os santuários de Sainte-Anne-De-Beaupré e Nossa Senhora do Cabo, o oratório de São José do Monte Real e a capela de Santo Antônio. Ao turista, são oferecidas dicas para organizar a viagem e informações sobre celebrações e orações com intenções que podem ser enviadas online.

De Santo Antônio a São Francisco 

São muitos os lugares que permitem acompanhar as celebrações por webcams, além de enviar, através da internet, intenções de oração, assegurando que serão levadas ao altar ou à imagem do santo de devoção. Esses lugares vão desde a Basílica de Santo Antônio de Pádua, o santuário de São Francisco de Assis, que transmite missas e vigílias através do Facebook, até a clausura do Mosteiro de Visitação do Treviso.

De Paris a Manitoba

No estrangeiro, pode-se (virtualmente) viajar desde a Capela da Medalha Milagrosa, em Paris, à Igreja de São José, em Manitoba, que abriga os restos do beato Vasily Velichkovsky, evitando, assim, a distância entre o Canadá, onde está o falecido, e a distante Ucrânia, onde terminou seu ministério.

As velas virtuais

Também há muitos lugares que permitem acender velas virtuais, como a igreja romana de Sant´Andra delle Frate  e a Catedral de Santiago de Compostela.

Principais Destinos no Brasil 

No Brasil, também é possível conhecer, virtualmente, alguns santuários. O mais conhecido deles, o Santuário Nacional de Aparecida, localizado na cidade de Aparecida, São Paulo, disponibiliza, em seu site, a transmissão ao vivo de Missas e terços. Também é possível conhecer o local através de um tour virtual em 360º  e acender velas virtuais.

O Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade, Goiás, também oferece tour virtual, transmissão de novenas e missas pelo portal http://www.paieterno.com.br/site/oracao.

Por: Gelsomino del Guercio

Fonte: Aleteia